RÁDIO CLÁSSICOS SERTANEJOS by streaminghd.net.br

Teddy Vieira



Teddy Vieira de Azevedo nasceu em Itapetininga, interior do estado de São Paulo, em 23 de dezembro de 1922.
Considerado um dos mais bem-sucedidos compositores caipiras. Ao terminar o curso primário, em sua cidade natal, transferiu-se para São Paulo. aos 18 anos escrevia versos caipiras e em 1948 teve suas duas primeiras músicas gravadas, pela dupla Mineiro e Manduzinho: "PRETO DE ALMA BRANCA" (com Lauripe Pedroso) e "JOÃO-DE-BARRO" (com Muibo Cury), em etiqueta particular.
"João-de-Barro" teve inúmeras regravações, algumas de um grande sucesso (como a de Sérgio Reis, em 1974, pela RCA). O cururu "O Menino da Porteira" (de Teddy Vieira e Luizinho), um dos clássicos caipiras, foi gravado por Luizinho, Limeira e zezinha em 1955 na RCA Víctor. Essa gravação consagrou-o como compositor.
Teddy Vieira era sub-tenente do Exército, da Reserva, e nas horas vagas, compunha aquelas modas-de-viola, cururus, toadas e ritmos, que marcaram sua passagem por este mundo.
Em 1956 Teddy Vieira passou a ser diretor-sertanejo da Colúmbia, depois CBS, criando então a dupla caipira Tião Carreiro e Pardinho, que obteve rápido sucesso com "Cavaleiros de Bom Jesus" (de Teddy Vieira, João Alves e Nhô Silva). No mesmo ano, Moreno e Moreninho gravaram na Colúmbia, o cururu "Treze de Maio" (de Teddy Vieira, Riachão e Riachinho). Ainda em 1956 lançou em discos a dupla Zico e Zéca, com composições que marcaram época, como "A Enxada e a Caneta" (parceria com Capitão Barduíno). Em 1958 Teddy Vieira mudou para a Chantecler, com o cargo de assessor do diretor artístico da gravadora (que era o Palmeira). Em 1962, após a saída de Palmeira da Chantecler, Teddy trabalhava como assistente artístico. Contudo, não deixou de compor, e suas músicas continuavam sendo grandes sucessos. Em 1964, por exemplo, "Bandeireiro do Divino" (feita em parceria com Alves Lima), gravada por Tonico e Tinoco, foi um dos maiores sucessos da gravadora.
Foi indiscutivelmente, em seu tempo, o maior nome da composição sertaneja. Até hoje, suas músicas são muito executadas e continuam fazendo sucesso, como é o caso de "O Menino da Porteira" e "João-de-Barro".
Em 1957 casou-se com América Risso e deste casamento nasceu seu único filho, Teddy vieira de Azevedo Filho.
Teddy Vieira nasceu em Itapetininga, mas seu lugar preferido foi Buri, onde ia descansar e fazer suas caçadas e pescarias. E foi numa dessas viagens à Buri, que Teddy veio a perder a vida em 16 de dezembro de 1965 num trágico acidente automobilístico. Também vieram a perder a vida neste acidente o cantor Paulo Queiroz, e os Irmãos Divino.
Teddy Vieira colaborou decisivamente para o surgimento de muitos artistas sertanejos como Leôncio e Leonel, Zico e Zéca, Liu e Léu, Vieira e Vieirinha, Sulino e Marrueiro, Mineiro e Manduzinho, Zilo e Zalo, Waldomiro e Waldemar, entre outros.
Ajudou também muitos compositores, encaixando suas músicas, como Lourival dos Santos, Carreirinho, Luiz de Castro, Benedito Seviero, Sebastião Víctor, Roque José de Almeida e Nelson Gomes.
Algumas composições de Teddy Vieira:
- A Enxada e a Caneta (Teddy Vieira - Capitão Barduíno)
- Amor Passageiro (Comendador Biguá - Teddy Vieira)
- A Volta do Boiadeiro (Sulino - Teddy Vieira)
- Boiadeiro Errante (Teddy Vieira)
- Boiadeiro Punho de Aço (Teddy Vieira - Tião Carreiro - Pereira)
- Bom Jesus de Iguape (Teddy Vieira - Sulino)
- Capelinha de Chico Mineiro (Comendador Biguá - Teddy Vieira)
- Casinha de Aço (Teddy Vieira - Roque José de Almeida)
- Catimbau (Teddy Vieira - Carreirinho)
- Couro de Boi (Palmeira - Teddy Vieira)
- Criador de Passarinho (Teddy Vieira - Biguá)
- Delicadeza (Cumpadre Juvená - Teddy Vieira)
- Dona Felicidade (Teddy Vieira)
- Duas Jóias (Teddy Vieira)
- Estranho Retrato (Teddy Vieira - Sulino)
- Faz Um Ano (Waldick Soriano - Teddy Vieira)
- Goiana (Tonico - Teddy Vieira)
- Goiás do Sul (Teddy Vieira - Jayme Ramos)
- Irmão do Ferreirinha (Teddy Vieira - Carreirinho)
- João de Barro (Teddy Vieira - Muibo César Cury)
- Ladrão de Gado (Teddy Vieira - Nelson Gomes)
- Ladrão de Terra (Moacyr dos Santos - Teddy Vieira)
- Lenço Preto (Teddy Vieira - Laureano)
- Moça Namoradeira (Teddy Vieira - Sulino)
- Morena dos Olhos Pretos (Sulino - Teddy Vieira)
- Nove e Nove (Lourival dos Santos - Tião Carreiro - Teddy Vieira)
- O Cavalo e a Lambreta (Arlindo Rosa - Teddy Vieira - Craveiro)
- O Manto Sagrado (Teddy Vieira - Luizinho)
- O Menino Caçador (Teddy Vieira)
- O Menino da Porteira (Teddy Vieira - Luizinho)
- O Milagre de Tambaú (Teddy Vieira - Palmeira)
- O Mineiro e o Italiano (Teddy Vieira - Nélson Gomes)
- Pagode em Brasília (Lourival dos Santos - Teddy Vieira)
- Peão do Rio Grande (Teddy Vieira - Alcino Freire)
- Pescadô e Canoêro (Benedito Seviero - Biguá - Teddy Vieira)
- Pitoco (Teddy Vieira - Abílio Víctor "Nhô Bentico")
- Pracinha (Tëddy Vieira - Serrinha)
- Pretinho Aleijado (Teddy Vieira - Luizinho)
- Preto de Alma Branca (Teddy Vieira - Lauripe Pedroso)
- Preto Inocente (Teddy Vieira - Campão - Bento Palmiro)
- Rei do Café (Carreirinho - Teddy Vieira)
- Rei do Gado (Teddy Vieira)
- Reisado (Teddy Vieira)
- Relógio Quebrado (Teddy Vieira - José Russo)
- Rosa Traiçoeira (Lauripes Pedroso - Teddy Vieira - Tatu)
- Roubei uma Casada (Lourival dos Santos - Teddy Vieira)
- Sagrado Ofício (Teddy Vieira - Ado Benatti)
- Santa Cruz da Serra (Benedito Seviero - Biguá - Teddy Vieira)
- Terra Roxa (Teddy Vieira - Carreirinho)
- Treze de Maio (Teddy Vieira - Riachão - Riachinho)
- Triste Desengano (Zé Carreiro - Teddy Vieira)
- Vai de Roda (Teddy Vieira - Mário Zan - Palmeira)
- Velho Catireiro (Teddy Vieira - Roque José de Almeida)
- Velho Peão (Sulino - Teddy Vieira)
- Zé Calabrês (Teddy Vieira - Nelson Gomes)

Comentários

Postagens mais visitadas