Teddy Vieira



Teddy Vieira de Azevedo nasceu em Itapetininga, interior do estado de São Paulo, em 23 de dezembro de 1922.
Considerado um dos mais bem-sucedidos compositores caipiras. Ao terminar o curso primário, em sua cidade natal, transferiu-se para São Paulo. aos 18 anos escrevia versos caipiras e em 1948 teve suas duas primeiras músicas gravadas, pela dupla Mineiro e Manduzinho: "PRETO DE ALMA BRANCA" (com Lauripe Pedroso) e "JOÃO-DE-BARRO" (com Muibo Cury), em etiqueta particular.
"João-de-Barro" teve inúmeras regravações, algumas de um grande sucesso (como a de Sérgio Reis, em 1974, pela RCA). O cururu "O Menino da Porteira" (de Teddy Vieira e Luizinho), um dos clássicos caipiras, foi gravado por Luizinho, Limeira e zezinha em 1955 na RCA Víctor. Essa gravação consagrou-o como compositor.
Teddy Vieira era sub-tenente do Exército, da Reserva, e nas horas vagas, compunha aquelas modas-de-viola, cururus, toadas e ritmos, que marcaram sua passagem por este mundo.
Em 1956 Teddy Vieira passou a ser diretor-sertanejo da Colúmbia, depois CBS, criando então a dupla caipira Tião Carreiro e Pardinho, que obteve rápido sucesso com "Cavaleiros de Bom Jesus" (de Teddy Vieira, João Alves e Nhô Silva). No mesmo ano, Moreno e Moreninho gravaram na Colúmbia, o cururu "Treze de Maio" (de Teddy Vieira, Riachão e Riachinho). Ainda em 1956 lançou em discos a dupla Zico e Zéca, com composições que marcaram época, como "A Enxada e a Caneta" (parceria com Capitão Barduíno). Em 1958 Teddy Vieira mudou para a Chantecler, com o cargo de assessor do diretor artístico da gravadora (que era o Palmeira). Em 1962, após a saída de Palmeira da Chantecler, Teddy trabalhava como assistente artístico. Contudo, não deixou de compor, e suas músicas continuavam sendo grandes sucessos. Em 1964, por exemplo, "Bandeireiro do Divino" (feita em parceria com Alves Lima), gravada por Tonico e Tinoco, foi um dos maiores sucessos da gravadora.
Foi indiscutivelmente, em seu tempo, o maior nome da composição sertaneja. Até hoje, suas músicas são muito executadas e continuam fazendo sucesso, como é o caso de "O Menino da Porteira" e "João-de-Barro".
Em 1957 casou-se com América Risso e deste casamento nasceu seu único filho, Teddy vieira de Azevedo Filho.
Teddy Vieira nasceu em Itapetininga, mas seu lugar preferido foi Buri, onde ia descansar e fazer suas caçadas e pescarias. E foi numa dessas viagens à Buri, que Teddy veio a perder a vida em 16 de dezembro de 1965 num trágico acidente automobilístico. Também vieram a perder a vida neste acidente o cantor Paulo Queiroz, e os Irmãos Divino.
Teddy Vieira colaborou decisivamente para o surgimento de muitos artistas sertanejos como Leôncio e Leonel, Zico e Zéca, Liu e Léu, Vieira e Vieirinha, Sulino e Marrueiro, Mineiro e Manduzinho, Zilo e Zalo, Waldomiro e Waldemar, entre outros.
Ajudou também muitos compositores, encaixando suas músicas, como Lourival dos Santos, Carreirinho, Luiz de Castro, Benedito Seviero, Sebastião Víctor, Roque José de Almeida e Nelson Gomes.
Algumas composições de Teddy Vieira:
- A Enxada e a Caneta (Teddy Vieira - Capitão Barduíno)
- Amor Passageiro (Comendador Biguá - Teddy Vieira)
- A Volta do Boiadeiro (Sulino - Teddy Vieira)
- Boiadeiro Errante (Teddy Vieira)
- Boiadeiro Punho de Aço (Teddy Vieira - Tião Carreiro - Pereira)
- Bom Jesus de Iguape (Teddy Vieira - Sulino)
- Capelinha de Chico Mineiro (Comendador Biguá - Teddy Vieira)
- Casinha de Aço (Teddy Vieira - Roque José de Almeida)
- Catimbau (Teddy Vieira - Carreirinho)
- Couro de Boi (Palmeira - Teddy Vieira)
- Criador de Passarinho (Teddy Vieira - Biguá)
- Delicadeza (Cumpadre Juvená - Teddy Vieira)
- Dona Felicidade (Teddy Vieira)
- Duas Jóias (Teddy Vieira)
- Estranho Retrato (Teddy Vieira - Sulino)
- Faz Um Ano (Waldick Soriano - Teddy Vieira)
- Goiana (Tonico - Teddy Vieira)
- Goiás do Sul (Teddy Vieira - Jayme Ramos)
- Irmão do Ferreirinha (Teddy Vieira - Carreirinho)
- João de Barro (Teddy Vieira - Muibo César Cury)
- Ladrão de Gado (Teddy Vieira - Nelson Gomes)
- Ladrão de Terra (Moacyr dos Santos - Teddy Vieira)
- Lenço Preto (Teddy Vieira - Laureano)
- Moça Namoradeira (Teddy Vieira - Sulino)
- Morena dos Olhos Pretos (Sulino - Teddy Vieira)
- Nove e Nove (Lourival dos Santos - Tião Carreiro - Teddy Vieira)
- O Cavalo e a Lambreta (Arlindo Rosa - Teddy Vieira - Craveiro)
- O Manto Sagrado (Teddy Vieira - Luizinho)
- O Menino Caçador (Teddy Vieira)
- O Menino da Porteira (Teddy Vieira - Luizinho)
- O Milagre de Tambaú (Teddy Vieira - Palmeira)
- O Mineiro e o Italiano (Teddy Vieira - Nélson Gomes)
- Pagode em Brasília (Lourival dos Santos - Teddy Vieira)
- Peão do Rio Grande (Teddy Vieira - Alcino Freire)
- Pescadô e Canoêro (Benedito Seviero - Biguá - Teddy Vieira)
- Pitoco (Teddy Vieira - Abílio Víctor "Nhô Bentico")
- Pracinha (Tëddy Vieira - Serrinha)
- Pretinho Aleijado (Teddy Vieira - Luizinho)
- Preto de Alma Branca (Teddy Vieira - Lauripe Pedroso)
- Preto Inocente (Teddy Vieira - Campão - Bento Palmiro)
- Rei do Café (Carreirinho - Teddy Vieira)
- Rei do Gado (Teddy Vieira)
- Reisado (Teddy Vieira)
- Relógio Quebrado (Teddy Vieira - José Russo)
- Rosa Traiçoeira (Lauripes Pedroso - Teddy Vieira - Tatu)
- Roubei uma Casada (Lourival dos Santos - Teddy Vieira)
- Sagrado Ofício (Teddy Vieira - Ado Benatti)
- Santa Cruz da Serra (Benedito Seviero - Biguá - Teddy Vieira)
- Terra Roxa (Teddy Vieira - Carreirinho)
- Treze de Maio (Teddy Vieira - Riachão - Riachinho)
- Triste Desengano (Zé Carreiro - Teddy Vieira)
- Vai de Roda (Teddy Vieira - Mário Zan - Palmeira)
- Velho Catireiro (Teddy Vieira - Roque José de Almeida)
- Velho Peão (Sulino - Teddy Vieira)
- Zé Calabrês (Teddy Vieira - Nelson Gomes)

Comentários

Postagens mais visitadas